Crédito consignado pode ter carência, estudam bancos

Os bancos estudam para período de carência no crédito consignado por conta da forte crise provocada pelo Coronavírus.

A informação foi dada pelo presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Isaac Sidney.

Ele afirmou em live com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que os bancos estão saudáveis e sólidos.

Dois milhões de pedidos de renegociação de dívidas foram processados no Brasil para até 3 meses.