Contra isolamento, instrutor militar de tiro rouba arsenal e ameaça guerra

Considerado especialista em ‘camuflagem e pontaria, difícil de encontrar e incrivelmente perigoso’, o instrutor militar de tiro Jürgen Conings, de 46 anos, roubou do quartel um pequeno arsenal capaz de provocar conflito considerável. Seu objetivo: matar o virologista mais famoso da Bélgica, Marc van Ranst. Chegou a montar campanha à frente da casa Ranst, mas não conseguiu matá-lo.

Conings está sendo procurado há 21 dias por 350 policiais e soldados, além de cães, helicópteros e cerca de 50 caminhões militares.

Ele deixou um bilhete: ‘Não consigo conviver com as mentiras de quem decide como devemos viver. A chamada elite política e agora também os virologistas decidem como você e eu devemos viver. Eles semeiam ódio e frustração, piores do que já eram’.