Contra Bolsonaro, João Doria admite frente ‘centro-esquerda’

Pregando um diálogo ‘contra os extremos’, o governador de São Paulo, João Dória, descarta reeleição e mira candidatura à presidência contra Jair Bolsonaro, a quem ajudou a eleger em 2018. ‘A frente não deve ser contra Bolsonaro, mas a favor do Brasil. A frente deve reunir o maior número possível de pessoas e pensamentos que estejam dispostos a proteger o Brasil e a população’, afirmou ao Estadão.

‘A eleição do Bolsonaro foi um grande erro para o Brasil. Eu não mantenho meu compromisso diante de um equívoco tão grande. O Bolsonaro prometeu um país liberal, economia globalizada, combate à corrupção. E não fez’.

Ele defende que Sergio Moro deve participar dessa frente.