Com grande volume de mortes, funerária enterra corpo errado em Belo Horizonte

Duas vítimas de Coronavírus tiveram os corpos trocados pela funerária Santa Casa BH nesta sexta-feira, 2, que alega grande volume de mortes como motivo do erro. ‘Fui acordado com uma ligação da funerária contratada pela família, quando me informaram que a Santa Casa não estaria liberando o corpo do meu pai. Chegando lá, fui atendido por três funcionários que me explicaram que tinham cometido um erro e que, por engano, providenciaram o enterro do meu pai ontem às 16h30 no cemitério da Saudade’, contou à O TEMPO, o filho Diogo Soares, de 33 anos.

‘Eu não tenho nem palavras para descrever a dor e sofrimento que a família e amigos estão passando, como se já não bastasse a dor enfrentada por todos por causa da partida do meu pai e por causa dessa pandemia’.

‘E ainda todos nós somos obrigados a passar por uma situação tão lamentável, desesperadora e absurda que ocorreu. De uma funerária trocar corpos e causar tanto transtorno e dor a famílias, não só a minha, mas também à outra que foi vítima disso’, desabafa.