Chamado de ‘satanista’, Lázaro Barbosa é ‘mateiro experiente’: segue caçada

Completou uma semana de uma caçada, agora já com 200 policiais, ao fugitivo Lázaro Barbosa, 33 anos, que matou uma família (casal e dois filhos) em Ceilândia, no Entorno do Distrito Federal, e começou outra série de crimes em residências rurais, já no interior de Goiás. De acordo com a polícia, ‘ele é o chamado satanista’ e participa de rituais ‘desse tipo’. ‘Mateiro experiente, que anda e dorme pelas matas’.

O criminoso força as vítimas — ele baleou outras três pessoas e fez número indeterminado de reféns — a cozinharem e fumarem maconha com ele.

Ele é foragido do sistema prisional por uma série de crimes, como homicídio, roubo e estupro.