‘Cemitério Maldito’: propina por túmulo e troca de caixões em Formiga

Nesta sexta-feira, 9, o Ministério Público deflagrou a operação ‘Cemitério Maldito’ em Formiga, que investiga servidores e ex-servidores do Serviço Municipal de Luto, em crimes que estariam ocorrendo desde 2007: os envolvidos cobravam propina para guardar vaga (caixões eram sepultados vazios e trocados quando de fato um familiar morria). Ainda de acordo com a investigação do MP, era cobrado um valor mensal por túmulo e que cada coveiro envolvido era responsável por cerca de 100 vagas.

Outro crime que está sendo apurado é desvio de urnas compradas pelo município para uma funerária particular.

O carro funerário também estaria sendo usado de maneira particular, além de verba pública para abastecer carros particulares.