CÁSSIA ESTÁ NO LIMITE DE OXIGÊNIO HOSPITALAR

Mesmo distante apenas 65 quilômetros de Franca (SP), localizada na divisa com São Paulo, Cássia (MG) teme falta de oxigênio hospitalar. Em alerta (ouça no final do post) divulgado nas últimas horas pelas redes da Prefeitura, a enfermeira Juliana Guimarães, da seção de Vigilância e Saúde, afirma que ‘os leitos de enfermaria no Instituto São Vicente de Paulo já estão superlotados, todos ocupados. O uso de oxigênio já está em sua carga máxima. Nós não estamos encontrando oxigênio para ser comprado. Então não adianta ter dinheiro mais’. Agulhas e seringas também estão em falta no mercado.

A mensagem em caixa alta na página do Facebook da Prefeitura diz: ‘A COVID 19 ESTÁ MATANDO, HOSPITAL JÁ CHEGOU NO LIMITE, NÃO HÁ MAIS VAGAS. FIQUE EM CASA. COLABORE!’.

Além de internação de moradores do próprio município, Cássia tem pacientes de Capetinga e Ibiraci.