Carro adaptado com arma de guerra para assalto a bancos

Um veículo de grande porte, blindado, recebeu adaptação em vidro para que disparos de grosso calibre (capaz de derrubar helicópteros), com munição de uso restrito das Forças Armadas, fossem feitos por bando de 50 integrantes que assaltou três agências de Araraquara, no interior paulista, na madrugada desta segunda-feira, 30. ‘Possivelmente, eles deixaram um calibre.50, que é uma arma de guerra, fixado em um tripé. O buraco serve para colocar o cano arma para o lado de fora. Os bandidos conseguem atirar na de dentro do carro. Eles ficam protegidos porque o veículo é blindado. Nós encontramos munições de .50, .762. e .556’, afirmou ao G1 o capitão da PM Alexandre Tropaldi.

Três veículos encontrados foram roubados de moradores — entre eles, um Porsche, modelo que chega a custar mais de R$ 500 mil.

Três pessoas morreram, sendo dois moradores.