Bolsonaro veta indenização de R$ 50 mil a profissionais de Saúde

Bolsonaro veta indenização de R$ 50 mil a profissionais de Saúde

Já aprovado pelo Congresso Nacional em julho, a indenização de R$ 50 mil a profissionais da Saúde que ficaram incapacitados após contaminação por Coronavírus foi vetada integralmente nesta terça-feira, 4, pelo presidente Jair Bolsonaro. O valor seria pago integralmente pela União. A defesa é que a medida apresenta ‘contrariedade ao interesse público e inconstitucionalidade’.

O que importa!

POLÍTICA 🔴 Bolsonaro vetou indenização de R$ 50 mil a profissionais de Saúde que tenham ficado incapacitados após infecção por Coronavírus.

CONTÁGIO 🔴 174 servidores diretos da Presidência da República testaram positivo.

AVANÇO 🔴 Minas Gerais bateu hoje o recorde diário de mortos pela pandemia: 149 vítimas.

PESSOAL 🔴 O Governo do Rio Grande do Norte nomeou e convocou 540 profissionais da área da Saúde.

RISCO 🔴 A Organização Pan-Americana de Saúde considera que a reabertura de escolas, sem transmissão do vírus estar controlada, pode causar novos surtos.

ESTRUTURA 🔴 O Hospital de Campanha de Campo Grande (MS) chegou a ter 10 pacientes, mas agora está totalmente vazio.

OPORTUNIDADE 🔴 O Governo está preparando concurso para 2 mil vagas na Polícia Federal. Não há previsão para publicação do edital.

CLIMA 🔴 Salvador registrou hoje o dia mais frio do ano, com sensação térmica de 17 graus.

NATUREZA 🔴 Morreu nesta segunda-feira, aos 18 anos, o leão Simba, do Zoológico de Curitiba. Ele viveu 5 anos a mais do que a expectativa de vida da espécie.

ASSUSTADOR 🔴 O estampido da mega explosão ocorrida hoje no porto de Beirute, no Líbano, foi ouvida na costa do Chipre, a 200 quilômetros de distância.