Auxílio-reclusão tem queda em beneficiados na era Bolsonaro

Auxílio-reclusão tem queda em beneficiados na era Bolsonaro

De 2018 para o ano passado, quando Jair Bolsonaro tomou posse como presidente, o número de auxílio-reclusão no Brasil caiu de 45,4 mil para 31,7 mil. Os dados são da Folha de S. Paulo.

Nesse mesmo período, a população carcerária no país cresceu, passando a marca de 800 mil internos de acordo com o Conselho Nacional de Justiça.

O valor médio atual do auxílio é pouco maior que o salário-mínimo vigente: R$ 1.079,74.

Gasto mensal com auxílio-reclusão no Brasil

De acordo com dados do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), o gasto mensal no Brasil como o auxílio-reclusão caiu de R$ 46,7 milhões para R$ 34,3 milhões.

Entre as mudanças em vigor na era Bolsonaro, está a carência de 24 mseses de contribuição ao INSS e pagamento somente para quem está no regime fechado.