Apesar de flexibilização, onda vermelha veta excursões em hotéis de MG

Embora libere todo o comércio, a terceira fase do Minas Consciente permite o funcionamento apenas da metade da capacidade de hotéis e pousadas, vetando a hospedagem de excursões. Além de multa, o alvará do estabelecimento pode ser cassado. Uma das maiores preocupações da população de regiões turísticas, a exemplo do Lago de Furnas, no Sul do Estado, é o fluxo de pessoas de diversas regiões com país, ainda mais agora com a circulação de outras cepas do Coronavírus.

Em Capitólio, aluguel de casas e ranchos estão vetados, embora o número de proprietários residentes em outros municípios que passam o fim de semana no município seja considerável.

O Carnaval não será ponto facultativo em boa parte do país, mas é esperado um volume maior de viagens no período.