kalil

Alexandre Kalil entra na briga por cota mínima no Lago de Furnas

O prefeito de Belo Horizonte e presidente da Frente Mineira de Prefeitos (FMP), Alexandre Kalil (PSD), vai se reunir nesta segunda-feira, 20, com a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Carmem Lúcia: na pauta, tentativa de fazer valer ‘cota mínima’ (762 metros) do Lago de Furnas, que seria capaz de atender atividades econômicas de dezenas de cidades juntamente com geração de energia elétrica, realidade difícil com a crise hídrica e ameaça de apagão.

O possível concorrente de Kalil ao Palácio Tiradentes, o atual governador Romeu Zema (Novo), chegou a dizer que situação do Lago de Furnas, com seca praticamente recorde, pode ser comparada às tragédias de Mariana e Brumadinho.

Usinas paulistas já operam no chamado ‘volume morto’ no início dessa crise hídrica considerada a pior em nove décadas.