Bolsonaro veta auxílio de R$ 1,2 mil para chefes de família

A ofensiva de Bolsonaro contra as redes sociais: preparação para eleição

Recebeu parecer favorável da Advocacia-Geral da União texto elaborado nas últimas semanas pela Secretaria de Cultura que vai basear decreto para limitar atuação de redes sociais no Brasil. Entre as medidas, proibição — inclusive de sites — de apagar publicações ou suspender usuários de suas plataformas. O temor é que justamente no ano de eleição a rede bolsonarista sofra algum tipo de sanção ou banimento, a exemplo do que ocorreu com Donald Trump.

Ainda de acordo com o jornal Extra, o bloqueio de conteúdo só ocorreria em casos específicos.

A exemplo de nudez, apologia ao crime e violações ao Estatuto da Criança e do Adolescente.