90% das pessoas em situação de rua em Nova Serrana são usuárias de álcool ou drogas

90% das pessoas em situação de rua em Nova Serrana são usuárias de álcool ou drogas

O prefeito Euzebio Lago se reuniu na tarde de ontem (16), com membros e representantes de órgãos públicos e associações que oferecem assistência a moradores de rua. O encontro teve objetivo de apresentar as ações já realizadas e discutir estratégias de acolhimento e apoio as pessoas em situação de mendicância que residem atualmente em Nova Serrana.

Participaram da reunião o prefeito Euzebio Lago, o vice-prefeito, Nelson Moreto, o secretário de Desenvolvimento Social, Gustavo Amaral, membros do Conselho Municipal de Saúde, Creas, Caps AD, Caps Novo Ser, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, CAFO, CDL além de representantes de igrejas (católica e evangélicas) e associações que trabalham diretamente com moradores de rua.

De acordo com dados apresentados, em Nova Serrana foram identificados cerca de 44 pessoas que são cadastradas no Creas, sendo 25 dos declarados moradores de rua, atualmente são assistidos pelo órgão, o restante deixou de procurar assistência, por ter fixado residência, conseguido emprego ou deixado a cidade.

Outro dado apresentado pelo Caps AD, é de que 90% dessas pessoas são usuárias de álcool ou drogas e têm grande resistência quanto deixar a situação de moradores de rua e dificuldades para concluir os tratamentos oferecidos pelos órgãos da Rede Intersetorial.

Também foi sugerida a criação de campanhas para conscientizar a população sobre a importância do encaminhamento dessas pessoas para os órgãos de acolhimento, evitando práticas que perpetuam essa situação, como a doação de dinheiro ou bebida alcoólica. A proposta será debatida pela Comissão Intersetorial instituída por decreto municipal para tratar de política para pessoas em situação de rua.