Connect with us

Economia

8 postos de Minas Gerais são interditados por irregularidades

Published

on

Operação de fiscais da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e do Instituto de Metrologia e Qualidade do Estado (Ipem-MG) fechou 8 postos de combustíveis de Minas Gerais por fornecimento de menos produto do que bombas apontavam e comercialização de etanol aquém da qualidade dos parâmetros legais. Ação mira estabelecimentos de Belo Horizonte, Contagem, Divinópolis, Palmópolis, Almenara, Governador Valadres e Montes Claros, informa O TEMPO.

De acordo com balanço desta terça-feira, 15, fiscais aplicaram 23 atuações, em um total de 108 postos vistoriados.

‘Houve ainda outras autuações por motivos diversos, como painel de preços em desacordo com a legislação, abastecimento em recipiente irregular, ausência de instrumentos de análise da qualidade dos combustíveis (teste que pode ser exigido pelo consumidor), equipamento para o teste de volume em desacordo com a legislação e posto cadastrado como bandeira branca ostentando marca comercial de distribuidora’, observa a ANP.

Jornalista e editor dos sites Da Redação, Front Pages News e Cura Plena. Escritor do 'Museu da Notícia' e 'Quer um conselho?'.

Continuar Leitura
Advertisement
Advertisement

Mais vistas