60 mil pés de bananas queimados em Delfinópolis

Segunda maior produtora de bananas de Minas Gerais, Delfinópolis, no Sul do Estado, bem próxima à divisa com São Paulo, teve 60 mil pés queimados durante incêndio. ‘Eu fico assim até emocionado, porque foram muitos anos de trabalho e muito dinheiro envolvido e agora um prejuízo desse tamanho. Um ano atípico, porque já começamos o ano com poucas chuvas, depois veio a geada, depois a pandemia agravando porque a fruta estava com dificuldade de ser vendida, depois a falta de água no rio Grande e agora vem o fogo pra completar. Então é um ano que a gente chega a pensar que tem que riscar do mapa’, afirmou o produtor Evandro Leite Lemos ao G1.

Na mesma região, São Sebastião do Paraíso chegou a registrar ‘chuva de fuligem’, resultado de incêndio também de grandes proporções em vegetação na paulista e vizinha Batatais.

A Associação dos Produtores de Bananas calcula em prejuízo acima de R$ 3,4 milhões.