Dinheiro corrigido cairá na conta de 2.703.715 contribuintes no dia 15 de outubro

Dinheiro corrigido cairá na conta de 2.703.715 contribuintes no dia 15 de outubro

A Receita Federal libera nesta terça-feira (8), a partir das 9h, a consulta ao quinto lote de restituição do Imposto de Renda de 2019.

A grana será paga no dia 15 de outubro na conta-corrente informada pelos contribuintes nas declarações.

A consulta pode ser feita no site da Receita (www.receita.economia.gov.br) ou pelo telefone 146.

Além da devolução de imposto referente aos rendimentos no ano passado, o lote inclui também restituições residuais desde 2008. São contribuintes que ficaram na malha fina e, após regularizarem a situação no fisco,

Conseguiram liberar o dinheiro. Ao todo, 2.703.715 receberão R$ 3,5 bilhões.
Dos valores liberados neste lote, R$ 180.177.859,42 serão pagos a 4.848 contribuintes acima de 80 anos, 32.634 com idades entre 60 e 79 anos, e 4.281 com alguma deficiência física ou mental ou doença grave. Também estão neste grupo 17.056 professores que tenham o magistério como renda principal. Esses contribuintes são os considerados prioritários.

Segundo a Receita Federal, devem estar neste lote os contribuintes que enviaram a declaração até o dia 28 de abril, reta final do IR deste ano.

Quem enviou nesse período, mas não entrou no quinto lote, pode ter caído na malha fina.

É recomendável, portanto, conferir a situação da declaração no eCac (centro virtual de atendimento) e, se houver pendência, avaliar a possibilidade de enviar uma declaração retificadora. A omissão de rendimentos é o motivo que mais leva contribuintes a terem a prestação de contas retida. Isso ocorre quando, por exemplo, um aposentado não informa a renda de um imóvel que aluga, ou um trabalhador não declara uma atividade extra ou um emprego temporário.

Se o contribuinte estiver neste lote, mas o dinheiro não cair na conta no dia 15, ele deve ir pessoalmente a uma agência do Banco do Brasil ou ligar para 4004-0001 (nas capitais) para agendar o crédito.